6 Lugares incríveis para visitar em Paris que nenhuma rota turística vai te mostrar

by

A charmosa cidade da luz é reconhecida mundialmente pelo romantismo, cultura contemporânea, museus  históricos e lugares inspiradores, mas existem roteiros alternativos em paris que são incríveis e valem a pena a visita.

Embora tenha diversos pontos turísticos popularmente conhecidos como a Torre Eiffel, o Museu do Louvre, o Arco do Triunfo e a Catedral de Notre Dame, a cidade tem muito mais a oferecer. Cada vez que você visitar a cidade, vai se surpreender ao descobrir um novo lugar especial e inusitado fora do turismo convencional.

Pensando nisso, selecionamos 6 destinos em Paris fora da rota turística tradicional para você incluir na sua lista de lugares para explorar quando estiver na cidade luz.

 

Roteiros alternativos em paris:

Museu Petit Palais

roteiros alternativos em paris: Museu Petit Palais

O museu Petit Palais é um local pouco visitado, embora esteja num dos pontos turísticos mais visitados da cidade, a Avenida Champs Elysèes. A construção monumental foi erguida em 1900 e mescla a arquitetura art nouveau com o revestimento de pedras clássico. A visita já vale só pela arquitetura e decoração (belíssima que levou mais de vinte anos para ser finalizada), mas o charmoso e romântico jardim localizado na parte interna do museu é um espetáculo à parte.

O local é aberto para visitação gratuita durante todo o ano e tem exposições permanentes de artistas como Delacroix, Toulouse-Lautrec, Courbet e outros. Os visitantes podem ainda experimentar pratos saborosos e baratos no café-restaurante do local.

Para visitar o Petit Palais, basta virar a esquina da avenida Winston Churchill com a avenida Champs Elysées.

 

Bois de Boulogne

roteiros alternativos em paris: Bois de Boulogne

Localizado na região oeste da cidade, o bosque Bois de Boulogne é um parque com mais de 35 quilômetros de trilhas em uma área de 846 hectares, tamanho consideravelmente superior ao Central Park de Nova York.

O local já foi esconderijo para foragidos durante a Guerra dos Cem Anos, foi destruído por um incêndio criminoso e só em 1852 o parque foi construído, seguindo as ordens de Napoleão III.

O bosque é formado por uma vegetação extensa e variada, sendo composta em sua grande maioria por cedros que cobrem mais da metade do local. Há também uma cascata que une dois lagos situados em diferentes níveis do parque, uma das belezas mais notáveis do bosque.

Se você vai viajar com crianças, o ideal é visitar a parte norte do bosque, onde está localizado o Jardin d’Acclimatation, um parque de diversões e reserva de animais.

 

Belleville

roteiros alternativos em paris: Belleville

Belleville é um dos bairros mais descolados de Paris, indicado para quem quer conhecer o “lado b” da cidade, fora do circuito tradicional. Localizado na zona nordeste da cidade, o bairro é considerado berço da arte urbana da cidade, o local abriga obras de mais de trinta artistas urbanos e diversos estilos como o grafite, a pixação, o estêncil, a colagem (ou lambe lambe), etc.

Existem guias turísticos que acompanham visitantes ao local, mas também é possível fazer o passeio sozinho.

Além de arte urbana, exposições e galerias de arte, o bairro abriga também uma mistura de bistrôs, bares e restaurantes de diferentes culturas que vão desde karaokês coreanos até restaurantes tunisianos. Aproveite o passeio para apreciar as ruas do bairro que lembram um vilarejo do século 19 com um toque especial de contemporaneidade.

 

Le Chocolat Alain Ducasse

roteiros alternativos em paris: Le Chocolat Alain Ducasse

Esta dica é para você que aprecia um bom chocolate! Paris é repleta de produtores de chocolate renomados. Muito produzem o seu próprio chocolate, o que faz com que o produto tenha o sabor típico de cada fabricante. A fábrica Le Chocolat Alain Ducasse está localizada na zona leste da cidade e é o local perfeito para amantes do puro chocolate.

lugares para visitar em paris: Le Chocolat Alain Ducasse

Nicolas Berger, um talentoso chocolatier (ou chocolateiro) responsável pela conhecida fábrica Alain Ducasse é um produtor local que faz o seu chocolate da marca de forma manual a partir dos  grãos do cacau. Berger foi escolhido pelo próprio Ducasse para administrar a sua fábrica.

As barras de chocolate são fabricadas manualmente, têm textura ligeiramente lisa e os visitantes podem ver todo o processo de fabricação na oficina da loja. Que tal conhecer de perto um legítimo e tradicional chocolatier francês?

 

Catacumbas de Paris

lugares para visitar em paris: Catacumbas de Paris

A rede de túneis é um passeio pouco frequentado pelos turistas. As Catacumbas parisienses têm cerca de 300 km de extensão e mais de 6 milhões de corpos enterrados.

Os túneis foram construídos em 1786 para combater epidemias e outras doenças. Ossos e cadáveres de outros cemitérios da cidade foram transferidos para as catacumbas a fim de isolar vestígios de contaminação.

Dentro das Catacumbas é frio (14 de temperatura o ano todo) e bastante úmido. Não há banheiros durante a visita e não é recomendado que pessoas com problemas cardíacos ou respiratórios, claustrofóbicas ou com dificuldade de locomoção façam o passeio, e menores de 14 anos só entram acompanhados de adultos.

 

Cave Legrand

roteiros alternativos em paris: Cave Legrand

Não dá para visitar Paris sem degustar um bom vinho, não é mesmo? A Cave Legrand é uma das mais tradicionais casas de vinho parisiense. Você pode aproveitar para apreciar diferentes sabores de vinhos e se aprofundar nesse universo, já que a loja oferece degustações especiais em português para brasileiros.

Outro diferencial é que um sommelier fica à disposição dos visitantes para aconselhar e sugerir vinhos e bons pratos. O cardápio é limitado, mas todos os produtos são de alta qualidade.

 

Conclusão

Paris é uma cidade com uma riqueza cultural e histórica admirável. Contudo, a cidade tem muito a oferecer além dos pontos tradicionais e que vão além também dos locais citados aqui. Gostou dos nossos roteiros alternativos em Paris?

Aproveite para conhecer também seis destinos baratos do velho continente.

You may also like