Fotografia de viagens: os 7 piores erros de um viajante

by

Você já deve ter passado por algum perrengue na hora de tirar fotos da viagem, não é? A bateria acabou, não tinha espaço no cartão de memória, ou pior, o celular caiu na água e parou de funcionar! Se isso ainda pode piorar, imagina perder todos os registros dos momentos mais incríveis? Por isso, hoje nós vamos te contar os segredos que todo viajante deveria saber sobre fotografia de viagens. Viaje com tranquilidade e aproveite todos os momentos evitando essas 7 situações comuns.

Conheça as 7 situações comuns que podem arruinar sua fotografia de viagens:

1. Deixar acabar a bateria na melhor foto:

Esse pode ser o erro mais comum dos viajantes. Você passeou o dia inteiro e quando foi bater aquela foto incrível da sua viagem, a bateria acabou!

Dica: Tenha uma bateria extra – e não se esqueça de dar carga nas duas! Baterias podem estragar e costumam te deixar na mão quando você está prestes a tirar aquela foto mais fabulosa da viagem.

2. Ficar sem espaço para tirar mais fotos:

Quem nunca tirou 500 selfies até que uma ficasse boa? Agora imagina no cenário de uma viagem, em que a paisagem muda a cada passeio? Haja memória no celular e na câmera! E você não vai querer ficar perdendo tempo deletando as fotos antes e correndo o risco de deletar a foto errada. Aproveite sua viagem sem se preocupar!

fotografia em viagens com o celular

Dica: Tenha mais de um cartão. Cartões podem quebrar, você pode perdê-los, ou eles podem ser roubados. Tendo mais de um, você divide o risco. Comprar vários cartões com menor capacidade, pode ser uma boa ideia: é melhor ter quatro cartões de 8GB do que um de 32GB.

Dica extra: Não apague o cartão, a não ser que seja necessário: Tente manter o cartão cheio e apenas esvazie-o quando chegar em casa. Dessa forma, você tem um backup extra. Nunca selecione opções como “excluir fotos da câmera” ou “apagar cartão de memória após o download”.

3. Perder todas as fotos da viagem:

Perder um cartão de memória é apenas uma das várias possíveis outras histórias: deixar cair na água, ser furtado, corromper os arquivos na hora do backup, vírus… Enfim! Existem inúmeras ocasiões que não temos controle.

Dica: Faça backups! Considere fazer double ou tripple-backup. Guarde um mesmo backup em diferentes mídias, como HDs externos, no laptop e em dispositivos portáteis como pendrives. Outra dica valiosa é encontrada em aplicativos de armazenamento em nuvem, que não ocupam a memória interna dos seus dispositivos e dão a possibilidade de acessar as fotos onde você estiver – se tiver internet!

4. Deixar o celular cair na água:

Acidentes acontecem, nós sabemos. Mas essa queda pode não ser fatal. Existem capinhas herméticas para o celular que possibilitam tirar fotos dentro da água. Mesmo que você não faça esse tipo de fotografia na viagem, vale a pena proteger o seu celular, principalmente à beira mar, pois além da água salgada ser corrosiva, a própria maresia pode causar danos.

Dica: Além das capinhas próprias, saquinhos herméticos podem ajudar, inclusive para não molhar os documentos e dinheiro. Fazer o seguro para o celular, pode ser uma boa ideia também: alguns oferecem até o backup das fotos e outros arquivos, além da reposição do aparelho em caso de avaria, ou roubo.

5. Não configurar a câmera direito:

Pior do que perder todas as fotos da viagem é chegar em casa e perceber que todas estão desfocadas ou superexpostas. É quase a mesma coisa que perdê-las. Para evitar essa frustração, conheça bem a sua câmera e configure-a previamente.

Dica: veja se a luz está ok e se a qualidade está alta. Foco automático pode ajudar a poupar tempo também e evitar imagens distorcidas. E se você ainda não conhece sua câmera, não deixe de treinar muito! Ver algumas fotos como inspiração e buscar por dicas de fotografia, podem ajudar a ter novas perspectivas na hora de bater aquela foto maravilhosa!

6. Levar mochila ou se comportar como turista:

Erro grave, que pode chamar a atenção de pessoas com má intensão. Turistas são alvos fáceis, pois estão concentrados na paisagem, preocupados com a diversão e além disso, não conhecem bem o lugar.

Dica: Evite câmeras penduradas no pescoço e mochilas. Opte por câmeras compactadas ou celular e, claro: esteja sempre atendo. Não se distraia com seus equipamentos e evite tirar muitas fotos no mesmo lugar.

7. Não aproveitar a viagem:

Fotografar a viagem é parte importante do passeio, mas o primordial é aproveitar o máximo as experiências. Existem alguns aplicativos que são uma mão na roda para que você possa desfrutar ao máximo de tudo. Desde tratamento das imagens, armazenamento e gatilhos rápidos para acessar a câmera no celular… até mesmo a aplicativos para planejar a viagem, roteiros, hospedagem, restaurantes e mais! Planeje-se, registre os momentos e aproveite!

Se você já passou por um sufoco com suas fotos na viagem, compartilha esse sofrimento com a gente! Conta aí: o que você fez para salvar sua fotografia de viagens?

You may also like