viajar so com bagagem de mao

Viajar só com bagagem de mão: 7 dicas para conseguir (e economizar)

by

Considerando que hoje as companhias aéreas podem cobrar pela bagagem despachada (não há mais franquia para voos nacionais e internacionais), os viajantes estão cada vez mais interessados em viajar só com bagagem de mão. Mas será que dá mesmo para apostar em toda essa praticidade? 

A resposta é sim! Com o devido planejamento, é possível desapegar de muitos itens e levar apenas uma mala pequena para os mais diversos destinos e tipos de viagens. Para te ajudar nessa empreitada, listamos 7 dicas valiosas para embarcar com até 10kg. Acompanhe! 

Por que viajar só com bagagem de mão? 

viajar so com bagagem de mao

Como já mencionamos, uma primeira vantagem importante para viajar só com bagagem de mão é a economia. Não há cobrança (pelo menos não até o momento) de mala de mão pelas empresas aéreas, mesmo com as novas regras da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil)

O mesmo não pode ser dito sobre a bagagem despachada, cujo preço ficou a critério de cada companhia – e despachar itens não é nada barato, especialmente quando há excesso de peso ou medidas. Além disso, o viajante pode encontrar muitas ofertas de passagens aéreas a menores preços, desde que leve somente uma mala de mão. 

Por outro lado, ainda que haja um despacho gratuito incluído na tarifa, viajar mais leve não deixa de ser vantajoso. Dentre os benefícios de portar só uma mala de até 10kg e um artigo pessoal (bolsa, mochila ou equivalente), podemos listar: 

  • fazer o check-in online e seguir direto para o embarque, sem a dor de cabeça de enfrentar longas filas para despachar bagagens;
  • no desembarque, não ter que esperar pela bagagem na esteira;
  • eliminar os riscos envolvidos no despacho da mala, tais como estragos, furtos, extravios e até mesmo perda
  • ganhar em praticidade e facilidade de locomoção: com menos peso e menos itens de bagagem, você se desloca melhor e mais rápido pelos aeroportos, nos transportes públicos e pelo próprio local de destino. 

Guia do Desapego: 7 dicas inteligentes para viajar só com bagagem de mão 

Se viajar só com bagagem de mão traz tantas vantagens, também pode ser sinônimo de alguns desafios. A dificuldade do minimalismo aumenta se for uma viagem de muitos dias ou para destinos de baixas temperaturas (que exigem roupas mais volumosas e pesadas). 

Nesse sentido, desapego e organização são palavras de ordem: nada de levar aquela peça que talvez, só talvez, pode ser que você resolva usar. A objetividade, de fato, é uma grande aliada para viajar só com bagagem de mão, mas no final vale muito a pena!

Vamos às dicas! 

1. Escolha uma mala leve e de boa qualidade 

Sim, a escolha da mala de mão faz toda a diferença para facilitar a arrumação. Em primeiro lugar, o item deve atender às regras da sua companhia aérea para peso e medidas (as companhias brasileiras tem o peso unificado de até 10kg, mas as dimensões permitidas podem variar). Não deixe de checar essas informações! 

Em segundo lugar, é bem importante que a sua mala seja resistente, mas também o mais leve possível. Além de facilitar o manejo e o transporte, os materiais mais leves também liberam mais peso para o conteúdo em si. 

As malas com puxadores e rodinhas costumam ser preferidas pelos viajantes pela facilidade de deslocamento, mas as bagagens de composição mais flexível também podem ser uma boa pedida devido à sua capacidade de adaptação. 

Para viajar com a mala de mão ideal, atendendo às regras das companhias e às suas necessidades, alugue sua bagagem e embarque com mais qualidade e economia

2. Seja estratégico na escolha das roupas 

Primeiro, lembre-se de não levar mais roupas do que de fato usará. Uma viagem de 15 dias, por exemplo, não demanda que você leve 20 camisas para ter mais opções, mas sim itens estratégicos que combinem entre si e que você já se sinta confortável em usar no dia a dia.

Acredite: a grande maioria das pessoas leva muito mais itens do que deveria justamente por esse pensamento de “pode ser que apareça uma oportunidade de usar essa roupa, então vou levá-la”. Na prática, a verdade é que você vai se virar bem com as peças disponíveis e até se sentir aliviado por não ter que escolher entre tantas alternativas. 

Nesse sentido, calcule quantas e quais peças de roupa serão necessárias e leve apenas um pequeno número de peças extras para uma eventual emergência. Se necessário, você sempre pode procurar o serviço de lavanderias no seu destino! 

Saiba Mais: Como saber qual é o tamanho da mala ideal para minha viagem?

3. Use casacos e sapatos mais pesados já no avião 

Se a ideia de embarcar em altas temperaturas com bota e casaco de inverno parece absurda, na verdade é uma excelente estratégia para já eliminar grande parte do peso da sua mala de mão. 

A dica, portanto, é já ir vestido de casacos, cachecóis/lenços e tênis/botas maiores/mais pesados para ao aeroporto. Durante as viagens, inclusive, essas peças podem servir como travesseiro ou cobertor. Além disso, no caso dos destinos mais frios, a estratégia evita o momento complicado de ter que abrir a bagagem para procurar agasalho no desembarque. 

4. Planeje combinações de roupas e não leve itens que não combinam com nada 

viajar so com bagagem de mao

Sim, pode ser tentador levar aquele vestido lindo que você quase nunca usa ou uma camisa estampada que você gosta mas não encontra ocasião para vestir. Não caia nessa armadilha! 

O ideal é pensar com antecedência nas possibilidades de combinação, evitando as peças que possam ser usadas somente em um tipo de evento. Priorize roupas mais neutras, que possam ser vestidas em diferentes ocasiões e repetidas em diversos “visuais”.

É claro que uma determinada roupa ou sapato mais arrumados são importantes – o que você não precisa, nesse caso, é empacotar diversas opções de peças elegantes que não podem ser otimizadas. 

Uma dica interessante é levar acessórios leves e de pequeno porte, que possam transformar o visual sem impactar muito no espaço da mala de mão. 

5. Escolha sapatos “coringa”

A mesma regra das roupas vale para os sapatos (que tendem a ser ainda mais desajeitados para transporte). Prefira itens neutros e que você já tenha o costume de usar no dia a dia. Nada de estrear sapatos novos na viagem: conforto é fundamental.

Normalmente, um tênis/bota, um sapato/sandália mais sociais e um chinelo já “resolvem o problema” da maioria das viagens. Vá usando o calçado mais pesado no avião e leve os outros na bagagem de mão. 

6. Vá com um artigo de mão que possa ser otimizado 

Grande parte das companhias aéreas permitem que o passageiro leve gratuitamente, além da mala de mão, um artigo pessoal pequeno (bolsa, mochila, pasta de notebook etc). 

A orientação, aqui, é escolher um artigo pessoal que também possa ser utilizado no dia a dia da viagem (uma bolsa a tiracolo ou mochila), evitando que você tenha que levar outros itens na mala de mão. Se quiser levar alguma outra bolsa pequena para passeio, prefira as maleáveis, que podem ser “amassadas” na mala. 

Na bolsa ou mochila de viagem, carregue artigos pessoais importantes como dinheiro, documentos e eletrônicos, além dos objetos mais pesados (a exemplo de câmeras fotográficas e laptops). 

7. Utilize kits de viagem para levar itens de higiene pessoal 

Levar itens como shampoo, condicionador e cremes diversos nas embalagens originais pode significar muito desperdício de espaço e peso na mala. Prefira os kits de frascos em miniatura para viagem, que são baratos e fáceis de encontrar. 

Lembre-se, aqui, de seguir as regras para transporte de líquidos (que incluem cremes e géis) em voos. Para viagens internacionais, a recomendação é usar recipientes transparentes de até 100ml com etiqueta de identificação. Os itens devem, ainda, estar em sacos ou plásticos vedados que evitem vazamentos. 

Mais uma vez, reforçamos a regra da moderação: não leve produtos demais! Quando o assunto são itens como secadores de cabelo, aparelhos de barbear e escovas de cabelo, prefira as versões “mini” desses acessórios. 

Por fim, mais algumas dicas extras: priorize roupas de tecidos leves e que não amassam e não deixe de alertar amigos e parentes sobre o seu objetivo de viajar sem excessos – dessa forma, as expectativas sobre presentes e encomendas já ficam alinhadas! 

Esperamos que nossas dicas para viajar só com bagagem de mão sejam úteis. Aproveite para conferir nossas dicas para organizar uma viagem de última hora

You may also like