Partiu Mochilão Europa! O que levar em conta antes de viajar?

by

Antes de partir para seu Mochilão Europa, você deve planejar a viagem que tem como característica principal a longa duração. Seu plano deve levar em conta que você precisará se virar longe do país por alguns meses. Há quem conheça, aliás, quase todos os países europeus antes de voltar para casa. Para facilitar sua vida no momento de elaborar o roteiro, respondemos às perguntas abaixo.

 

1) Qual é a melhor época do ano?

Os meses de verão são os melhores. Ou seja, entre meados de junho e meados de setembro. Com o tempo agradável, você não terá problemas para conhecer os países e suas atrações turísticas. Saiba que, nos dias ensolarados de verão, os europeus não ficam em casa. Naturalmente, eles aproveitam as condições do tempo para frequentar especialmente as praias. Por isso, acostume-se com a ideia de pegar filas em alguns lugares como restaurantes e museus. Outro ponto negativo é o preço, já que a temporada de verão é a mais cara para viajar.

Se não der para ir no verão, não escolha viajar durante o inverno europeu. Entre dezembro e março, as temperaturas caem muito. Não dá para aproveitar como você sempre sonhou em um ambiente totalmente gelado, de temperaturas negativas.

2) Qual mala de viagem levar?

Quem é mochileiro sabe que não dá para levar muita bagagem. Quanto mais “leve” você estiver, mais fácil será para se deslocar entre os muitos lugares que serão explorados. Você não precisa necessariamente levar o mochilão – aquela mochila gigante que cobre as costas do viajante. Caso prefira a mala de viagem comum ou a de rodinha, não se preocupe porque essa escolha é perfeitamente válida. Se você optar pela mala com rodinhas, nossa dica é fazer a seguinte combinação: uma mala média e uma mochila média. Nesse caso, a mochila será sua bagagem de mão, oferecendo a possibilidade de levar nela seus principais objetos pessoais.

O que não dá para fazer é ficar se deslocando com uma mala de tamanho grande. Nesse tipo de viagem, sua preocupação deve ser levar o mínimo possível de bagagem. O que acha de alugar sua próxima mala de viagem? Você terá várias opções disponíveis, todas com cadeados para proteger seus pertences, podendo escolher a mais adequada para seu Mochilão Europa. Escolha a sua no site da GetMalas e receba a mala no conforto da sua casa.

3) Viajo entre os países de trem ou de avião?

Essa pergunta não é fácil de responder porque há quem prefira, por exemplo, viajar de trem por ter medo do avião. Essa escolha é, portanto, muito subjetiva. Vamos tentar, no entanto, analisar de forma objetiva. Conhecer os países por meio de viagens de trem permite que você aproveite a paisagem e conheça as diferentes opções de trem existentes na Europa.

O trem-bala, por exemplo, pode atingir 300 quilômetros por hora e conta com vagão bar/buffet. O trem de alta velocidade nem sempre está disponível e não é realmente necessário para deslocamentos entre cidades do mesmo país que são cobertas pelos trens comuns mantidos em excelentes condições. A experiência tende a ser mais agradável no trem do que no avião, que possui diversas formalidades necessárias para o embarque, além da possibilidade de atraso do voo.

4) Onde posso me hospedar?

Esqueça hotel no seu Mochilão Europa. Essa é a recomendação inicial. Como você escolheu fazer um Mochilão Europa, aproveite a oportunidade para ficar em hostels. Além do custo consideravelmente menor, você poderá fazer amizades. Esses locais, que ficam geralmente perto das estações de metrô e de trem, estão repletos de gente jovem de diferentes nacionalidades. Um dos aspectos mais interessantes de uma viagem como essa é conhecer outras culturas. Nada melhor do que conviver diariamente com pessoas advindas de todas as partes do mundo.

A dica é fazer as reservas de cada hostel com antecedência – alguns meses antes de viajar. Nas capitais, a tendência, na alta temporada europeia, é não ter vagas suficientes. Por isso, você deve correr para garantir sua vaga.

É possível economizar não somente na hospedagem. Em alguns dias da semana, a visita a muitos dos principais museus europeus é gratuita. Cada país define seus dias de gratuidade. Procure se informar pela internet, acessando os sites dos museus, para não gastar nada com os ingressos. Também dá para economizar nas refeições. Os alimentos podem ser comprados nos mercados, e a comida feita por você mesmo nos hostels, que possuem geralmente cozinha.

5) Onde devo guardar documentos e dinheiro?

Os mochileiros costumam fazer essa pergunta porque estão em deslocamento durante parte da viagem. Logo, eles não têm um lugar específico para guardar documentos e dinheiro. Há duas opções para diminuir o risco de ser roubado ou furtado e ficar sem dinheiro. O cartão de crédito e o cartão pré-pago fazem com que você não ande com dinheiro – na verdade, com muito dinheiro porque você sempre vai precisar de alguns trocados no bolso. O ponto negativo dos cartões é a incidência de IOF, o imposto sobre operações financeiras. Falamos aqui sobre como levar dinheiro para viagem internacional.

Em relação aos documentos, a dica é ter duas ou três cópias autenticadas de cada um deles. Além de fazer as cópias físicas, quem é precavido pode manter seus documentos salvos na nuvem, permitindo o acesso em qualquer lugar do mundo com acesso à internet.

 

Pronto para fazer seu Mochilão Europa? Já fez e gostaria de compartilhar sua experiência? Contamos com seus comentários!

You may also like