mala de viagem pequena

Mala de viagem pequena: tudo o que você precisa saber

by

Está em dúvida sobre qual mala de viagem pequena escolher? Acontece! Afinal, não há como negar: a escolha da bagagem certa faz toda a diferença para uma viagem tranquila. 

Não são poucos os casos de quem já passou perrengues com uma mala que se rompeu ou estragou no trajeto, que não atendeu às exigências de peso/medidas ou que foi uma verdadeira dor de cabeça na hora do deslocamento. 

Com isso em mente, elaboramos um guia com tudo o que você precisa saber sobre as malas de tamanho P. Confira e faça a escolha certa! 

Quando optar por uma mala de viagem pequena? 

mala de viagem pequena
Créditos: Freepik

A mala de viagem pequena é a famosa “bagagem de mão” ou “mala de bordo”. Em outras palavras, é o tamanho de mala que o viajante pode levar dentro da cabine (além de um item pessoal que pode ser colocado abaixo da poltrona – uma mochila, bolsa ou sacola). 

Versáteis, as malas pequenas são indispensáveis tanto para transportar objetos de valor, dinheiro e eletrônicos na aeronave quanto para quem quer fazer viagens de curta duração. Além disso, são grandes aliadas daqueles que querem viajar com mais leveza e economia, levando apenas a bagagem de mão. 

Leia Mais: Mala de viagem de mão: guia completo sobre restrições e possibilidades

Mala de viagem pequena: tamanho e peso médios 

Checar as dimensões e o peso permitidos pela sua companhia aérea é um passo fundamental para não correr o risco de arcar com taxas de excesso de bagagem e/ou bagagem sobredimensionada – evitando ter que despachar sua mala de tamanho P. 

A boa notícia é que, com as novas regras da ANAC, as empresas brasileiras unificaram o peso e as medidas da bagagem de mão para voos nacionais e internacionais. Na hora de providenciar sua mala de viagem pequena, veja se ela atende às seguintes especificações: 

–  Medidas máximas: 55cm de comprimento (incluindo as rodinhas) x 35cm de largura25cm de profundidade

– Peso máximo: 10kg. 

Vale lembrar que as companhias europeias permitem medidas ligeiramente diferentes: 55cm x 40cm x 20cm (totalizando os mesmos 115cm, o que abrange o padrão brasileiro). No entanto, as malas permitidas na Europa não atendem aos requisitos de armazenamento nos compartimentos dos aviões nacionais.

O mais recomendado e versátil, portanto, é adquirir malas pequenas que tenham no máximo as dimensões indicadas para os padrões do Brasil – 55cm x 35cm x 25cm (comprimento, largura, profundidade)

Leia mais: Excesso de bagagem: confira as taxas das principais companhias aéreas 

Preços e modelos de mala tamanho P: conheça os principais 

Os preços e modelos de mala tamanho P encontrados no mercado são os mais diversos, variando de acordo com as marcas e o nível de qualidade da bagagem. Vale a pena, no entanto, ficar atento a quesitos básicos como resistência, leveza, tipo do material e durabilidade – o barato pode sair caro! 

Tipos de mala de viagem pequena 

Material Rígido, Semi-rígido ou Tecido (Maleável) 

mala de viagem pequena
Mala semi-rígida de 4 rodas

Quando analisamos os tipos de malas pequenas, um dos fatores mais importantes é o material da composição. Nesse sentido, a bagagem pode ser rígida, semi-rígida ou de tecido (maleável).

As malas rígidas são de material mais duro (em geral propileno, policarbonato ou ABS). Como vantagem, oferecem grande durabilidade e resistência, além de proteção extra para o conteúdo da mala. A desvantagem fica por conta da pouca maleabilidade para carregar objetos. Apesar de serem bastante resistentes, essas malas também podem se quebrar ou arranhar sob fortes impactos. 

As semi-rígidas, por sua vez, são aquelas que misturam as duas composições, sendo impermeáveis no compartimento interno. Com boa proteção, essas malas têm a desvantagem da dificuldade de higienização. 

Já as malas maleáveis são as mais adaptáveis ao conteúdo e a bagageiros em geral, sendo feitas de tecidos como nylon e poliéster. Um ponto contra é a falta de impermeabilização: se chover ou houver derramamento de líquidos, a mala pode se molhar significativamente. 

Malas de 2 ou 4 rodas 

mala de viagem pequena
Mala rígida de 4 rodas

Ninguém discorda que as malas com rodinhas são muito mais práticas e vantajosas para os viajantes. Mas você sabia que é possível optar por 2, 4 ou mesmo 5 rodas?

Na hora de escolher sua mala de viagem pequena, fique atento: as de 2 rodas são bastante comuns, mas não muito recomendáveis. Como possuem rolagem apenas para frente e para trás, não podem ser transportadas de todos os lados, exigindo a inclinação da alça. Isso pode dificultar muito o deslocamento, principalmente se a mala estiver pesada. 

Por outro lado, as malas pequenas de 4 ou 5 rodas oferecem rolagem 360º, o que facilita e agiliza a locomoção. A saúde das costas também agradece! 

Acessórios: compartimentos e expansor 

mala de viagem pequena
Compartimentos internos de mala pequena

Observar se a sua mala pequena possui compartimentos e expansor é outra dica valiosa para viajar com mais conforto e organização. Bolsões internos e externos, além da tira elástica, são extremamente úteis para acomodar melhor o conteúdo, evitar bagunça no interior da mala e deixar itens importantes à mão. 

o extensor é um zíper extra lateral na mala que, se utilizado, expande o tamanho interno e permite levar ainda mais itens. No entanto, essa vantagem também pode ser um “tiro que sai pela culatra”: cuidado para não pecar pelo excesso e ultrapassar os 10kg permitidos! 

Leia Mais: 5 passos para organizar a sua mala como um viajante profissional

Quanto custa em média uma mala de viagem P? 

A média de preços de uma mala de viagem pequena fica entre R$200 e R$1000. Como já mencionamos, a margem de valor varia bastante – é possível encontrar itens mais baratos ou mais caros do que a média acima. 

Lembramos, entretanto, que adquirir uma bagagem de baixa qualidade não vale a pena – você correrá riscos de segurança ao longo de toda a jornada, sem falar nos grandes transtornos que uma mala estragada pode causar.  

Para ter uma ideia da média de preços entre algumas das marcas mais reconhecidas, confiáveis e bem avaliadas pelos viajantes, confira alguns modelos: 

  • Mala Primicia Poliéster Pequena (4 rodas): R$419,90;
  • Mala Samsonite Fiero Rígida Pequena (4 rodas): R$700,00;
  • Mala American Tourister Semi-Rígida Pequena (4 rodas): R$391,30;
  • Mala Sestini Rígida Pequena (4 rodas): R$296,89. 

4 grandes vantagens de viajar com uma mala de viagem pequena 

1. Economia: elimine o despacho de malas 

Com as novas definições da ANAC, as companhias aéreas brasileiras permitem a franquia gratuita de mala pequena ou de mão – enquanto a bagagem despachada fica sujeita à cobrança dessas empresas. 

Além de viajar com mais leveza e minimalismo (descomplicando grande parte do processo) viajar só com a mala pequena representa uma grande economia de tempo e dinheiro, eliminando as taxas de despacho, as longas filas no check-in e a espera da mala na esteira.

Produzimos um guia completo para viajar só com mala de mão, sem complicações e com muito mais benefícios. Clique aqui para conferir! 

2. Maior liberdade de locomoção

É muito mais cômodo viajar com pouca bagagem por vários motivos – mas um dos principais é com certeza a liberdade para se locomover. Em primeiro lugar, como já dissemos, não há necessidade de despachar a bagagem ou de esperá-la no saguão de desembarque (na chegada ao destino).

Todo o deslocamento na viagem também fica muito mais facilitado, seja na hora de fazer o translado do aeroporto até o hotel, de um hotel para outro ou até do hotel para cidades próximas ou qualquer outro lugar. O trânsito com uma mala de viagem pequena é simples e descomplicado – o que não acontece quando se tem várias malas pesadas para carregar! 

3. Versatilidade

As malas pequenas são extremamente versáteis, atendendo às necessidades de todos os viajantes, tanto para viagens breves ou longas. Para isso, basta que a bagagem esteja bem organizada e planejada.

Mesmo para quem não viaja em curta duração ou apenas com a mala de mão, a bagagem pequena é muito útil para levar itens importantes, frágeis ou de valor dentro da cabine do avião, tornando a viagem mais confortável

4. Segurança da bagagem

Como a mala de viagem pequena não precisa ser despachada, elimina-se também a possibilidade de uma das maiores dores de cabeça que um viajante pode enfrentar: o extravio de bagagem.

Além disso, a mala não sofrerá danos, violações e outras avarias típicas quando há o transporte de uma aeronave para outra (e/ou de um aeroporto para outro). 

Leia Mais: Guia de Direitos do Passageiro Aéreo: bagagem extraviada, aeroporto fechado e em mais 

Quer economia e qualidade? Alugue sua mala pequena! 

O aluguel de malas é uma maneira inteligente de conquistar a mala ideal para a sua viagem (escolhendo entre as bagagens de maior qualidade do mercado) sem precisar fazer altos investimentos

Pelo contrário: em empresas como a GetMalas, você pode alugar uma mala pequena de altíssimo nível em preços máximos de R$9,43/dia (quanto mais longa a viagem, menos você paga!). 

A economia e a qualidade, entretanto, são apenas alguns dos benefícios em alugar sua mala de viagem pequena – e muitos viajantes comprovam essa ideia na prática. Confira as vantagens do aluguel de malas e simplifique ainda mais sua viagem! 

Créditos da imagem de destaque: Freepik

You may also like