comprar malas de viagem

Comprar malas de viagem: preços, modelos e marcas

by

Está pensando em comprar malas de viagem? Diante de todo o checklist do planejamento (que tende a ser mais completo e demorado em viagens longas e/ou internacionais), são tantas tarefas a cumprir que a bagagem certa acaba sendo a última na lista de prioridades. 

Escolher a mala ideal, no entanto, é mais importante do que se pode imaginar. Resistência, durabilidade, tamanho adequado e facilidade de locomoção são critérios básicos que evitam apertos não tão raros nos aeroportos. 

De fato, bagagem danificada, rasgada, rodinhas emperradas, alças que não funcionam e excesso de peso muitas vezes são reflexo de decisões mal-sucedidas na hora de selecionar as malas. 

A seguir, confira informações e dicas para adquirir os itens certos e conheça uma alternativa inteligente para viajar com uma ótima bagagem de forma prática e sem pesar no bolso. Acompanhe! 

Comprar malas de viagem: melhores marcas e preços 

Em primeiro lugar, vale a pena reforçar que as malas são companheiras inseparáveis dos viajantes e, como tal, passam por grandes “testes de resistência” durante toda a jornada. 

Além de transportar os itens necessários, a bagagem retorna com compras, é deslocada ao longo de diferentes trajetos (de casa até o aeroporto, transfers, entre hotéis), é inspecionada, despachada ou levada a bordo, sofre os baques de outras malas, muitas vezes é transferida entre aeronaves e aeroportos… diante de todo esse processo, apostar em malas de qualidade, de fato, faz toda a diferença

Nesse cenário, priorizar as marcas mais reconhecidas do mercado tem, sim, um papel definitivo para uma viagem mais tranquila. A seguir, elencamos algumas das marcas mais aprovadas por viajantes de todo mundo para orientar sua escolha: 

Samsonite 

comprar malas de viagem
Créditos: Pinterest

A americana Samsonite tem muitos consumidores fiéis em todo o mundo, e não por acaso. Com material e design diferenciados, a marca de malas é sinônimo de prestígio e qualidade em confecção de artigos de viagem. 

  • Média de preços da Samsonite: as malas rígidas saem por cerca de R$1mil, enquanto as malas de tecido/maleáveis custam em torno de R$700. Os modelos mais caros da marca chegam a R$3mil. 

 

comprar malas de viagem
Mala Samsonite Freeform / Créditos: Pinterest

 

comprar malas de viagem
Mala Samsonite Cosmolite / Créditos: Pinterest

Swisswin

comprar malas de viagem

A tradicional marca suíça Swisswin também sai na frente quando o assunto é viajar com estilo, tradição e muita qualidade. Apostando em materiais de última geração e design arrojado, a Swisswin é outra escolha impecável em se tratando de artigos de viagem.

  • Média de preços da Swisswin: as malas rígidas de maior porte da Swisswin ficam na média dos R$800. As bagagens de tecido saem por cerca de R$600. 

 

comprar malas de viagem
Mala Swisswin Kiev / Créditos: Pinterest

 

comprar malas de viagem
Mala Swisswin Gear Wheeled / Créditos: Pinterest

Rimowa

Conhecida principalmente por suas famosas e resistentes malas de alumínio, a marca Rimowa é líder de mercado em bagagens rígidas. 

  • Média de preços da Rimowa: a maioria dos modelos fica na faixa de R$2mil a R$5mil. 

Delsey 

No mercado desde 1946, a francesa Delsey oferece variedade de modelos e linhas, apostando em malas leves, inovadoras e funcionais. 

  • Média de preços da Delsey: a maior parte dos modelos fica na média de R$500 a R$1mil. 

Sim, adquirir malas de qualidade demanda um investimento bastante considerável. Existe, no entanto, uma alternativa inteligente para viajar com as melhores marcas com muita economia e praticidade: o aluguel de malas, sobre o qual falaremos mais a seguir. 

Quais modelos de malas escolher? 

Além das marcas e da pesquisa pelos melhores preços, outra etapa indispensável do processo de comprar malas de viagem é eleger o melhor modelo. Nessa fase, os principais critérios a se considerar são tamanho, material e número de rodinhas

De olho no tamanho ideal 

De maneira geral, as malas podem ser P (pequenas), M (médias) ou G (grandes). As malas pequenas são as famosas malas de bordo, indispensáveis para carregar itens pessoais na aeronave. Nas companhias aéreas, elas podem pesar até 10kg e medir no máximo 55cm x 35cm x 25cm. São ótimas escolhas para viagens de curta duração, além de representarem economia (como essa bagagem pode ser levada no avião, não há taxas de despacho). 

Por sua vez, as malas médias são bastante versáteis e democráticas, adaptando-se tanto para viagens curtas quanto viagens mais longas. Em média, pesam 23kg e medem cerca de 41cm x 26cm x 66cm

Devido ao seu grande porte, as malas tamanho G são indicadas para viagens de longa duração, intercâmbios ou quando há a necessidade de levar/trazer um maior volume de itens. Como desvantagens, há o fato de que não são muito práticas (dificultando a locomoção) e também a taxa extra por excesso de bagagem no despacho, tendo em vista que as malas grandes muitas vezes ultrapassam o peso permitido. 

Em média, as malas grandes pesam 32Kg e medem cerca de 45cm x 29cm x 77cm

→ ATENÇÃO À DICA:  para quem deseja adquirir bons tamanhos de malas, que se adaptem a diferentes ocasiões, o mais recomendado é adquirir uma mala pequena de mão (que pode inclusive ser a única mala da viagem) e uma mala média, para quando for necessário transportar mais conteúdo. Com esses dois itens, é possível fazer viagens mais leves, otimizadas e econômicas. 

Leia Mais: Viajar só com bagagem de mão: 7 dicas para conseguir (e economizar) 

Comprar malas de viagem: material de composição 

As malas de viagem podem ser rígidas (de material mais duro, como propileno ou policarbonato), semi-rígidas e de tecido (maleáveis). A escolha pela melhor composição varia de acordo com a preferência e as necessidades de cada viajante, mas de maneira geral as malas rígidas são as preferidas pelos consumidores, devido à sua resistência, durabilidade e proteção aos itens transportados. 

Número de rodinhas 

É possível escolher malas de 2, 4 ou 5 rodinhas. Nossa recomendação é sempre optar por malas de 4 ou 5 rodas – isso porque elas possuem rolamento 360º  e se adaptam melhor a todas as locomoções, sem a necessidade de inclinar a alça durante o transporte. Com esse modelo, você ganha em agilidade, conforto e facilidade de deslocamento. 

Por fim, vale mencionar também o design, que é outro fator pessoal para orientar uma boa escolha de bagagem. As melhores marcas do mercado (como já conferimos acima), costumam apresentar os modelos mais estilosos e desejados pelos viajantes. 

Comprar malas de viagem sempre vale a pena? 

A resposta é: não, nem sempre. Atualmente, com a opção do serviço do aluguel de malas, a necessidade de comprar malas de viagem ficou restrita a um grupo muito específico de viajantes. 

Investir em boas bagagens vale a pena para pessoas que viajam com bastante frequência (principalmente a motivos profissionais) e que podem se virar bem com um ou dois itens versáteis em diferentes trajetos – como uma mala pequena e uma média -, sem a necessidade de ficar comprando diversos modelos para cada viagem. 

Dessa forma, o valor investido nesses itens de qualidade acaba se “pagando”, tendo em vista que as malas têm muita saída no dia a dia e são constantemente reutilizadas. 

Por outro lado, aqueles que fazem viagens de férias e/ou ocasionais e precisam de diferentes modelos para se adaptar a estilos distintos de viagem, o mais econômico, simples e prático é apostar em malas alugadas (que atendem a todos os critérios de resistência, tamanho ideal, estilo e qualidade). 

Caso contrário, é comum experimentar as desvantagens de ter várias malas compradas, como veremos a seguir. 

Possíveis desvantagens de comprar malas de viagem 

1. Ocupa muito espaço

Os apartamentos hoje são menores nas grandes cidades. Não ultrapassam muitas vezes os 60 metros quadrados. Como você sabe bem, o preço do metro quadrado não é barato nas capitais. Não dá, portanto, para desperdiçar espaço! 

Independentemente do espaço disponível, entretanto, uma mala de viagem grande, por exemplo, terá de ser guardada em casa ao longo do ano inteiro. Ela em geral é usada uma vez ou no máximo duas vezes por você e por sua família. Quantas vezes você tira férias? Os brasileiros em geral têm apenas um período por ano mais longo para viver dias de descanso.

2. É um investimento alto

Claro que existem malas para todos os gostos e para todas as necessidades. Mas, de forma geral, o preço costuma ser salgado, especialmente se estamos falando de um modelo grande. De fato, basta dar um Google para descobrir que uma mala de viagem de qualidade, no tamanho grande, custa no mínimo R$600,00. E falamos somente de uma mala, que certamente não vai ser suficiente para dar conta de todas as suas necessidades de viagem. 

3. Manter em bom estado é um desafio 

Seu gasto não para na compra. Para que a mala de viagem esteja sempre em bom estado, é preciso contar com os gastos para a manutenção. Afinal de contas, como já mencionamos, não é novidade para ninguém que as malas de viagem “sofrem” nas mãos das companhias aéreas – os danos estruturais são comuns. 

Vale lembrar, ainda, que o próprio material se desgasta com o tempo (danificando-se também com o armazenamento em casa). E tem mais: é importante prezar pela higiene e manter suas bagagens limpas. Somente empresas especializadas higienizam ou lavam a mala de viagem sem estragar o tecido e danificar os zíperes e as rodinhas.

4. Não dá para ter apenas um tamanho de mala

Diferentes viagens demandam diferentes modelos de bagagem. Além da mala de mão, será preciso contar no mínimo com uma mala média (e, muito provavelmente, uma mala grande). Quando falamos de uma família, falamos também de uma grande variedade de malas compradas para atender variadas ocasiões. 

A partir daí, você já sabe: não apenas o investimento aumenta, mas também o espaço necessário para depósito e o desgaste de todos esses itens guardados em casa. 

5. Comprar malas de viagem representa uma forma de consumo ultrapassada

Você sabia que, em geral, a mala de viagem permanece 90% do tempo sem utilização? Na grande maioria das vezes, a baixa frequência de uso já é um motivo que não justifica a aquisição do produto. Do ponto de vista ecológico, os recursos produtivos são desperdiçados nesse processo, como é o caso de petróleo e água. 

Por sua vez, o aluguel de malas se encaixa em uma lógica de consumo consciente, também conhecida como economia compartilhada. No contexto desse serviço, cada mala dá conta de uma demanda de no mínimo 20 pessoas por ano. Muito mais sustentável e benéfico para todos, certo? 

Saiba Mais: Turismo sustentável: o que é e como aplicar na prática?

Por que comprar se dá para alugar? Viaje com economia e as melhores malas do mercado 

De fato, o aluguel de malas é uma solução prática e simples para escolher a bagagem ideal entre múltiplas opções de tamanhos e modelos, elegendo o item mais adequado para as necessidades de cada uma das suas viagens. 

O valor é outra vantagem central: em muitos casos, o aluguel pode representar uma economia de até 90%, além dos benefícios de mais espaço disponível e a eliminação da preocupação com danos e extravios nos aeroportos. 

Na GetMalas, a maior plataforma de aluguel de malas do país, você viaja – pagando pouco e apenas pelo tempo utilizado – com as melhores marcas do mercado, como Samsonite e Swisswin

Para se ter uma ideia, em viagens em viagens mínimas de 7 dias, você paga R$9,43/dia para malas pequenas, R$11,57/dia para malas médias e R$12,43/dia para malas grandes. Os valores abaixam quanto maior for seu tempo de estadia. Clique aqui para conferir os preços!

Esperamos que este conteúdo seja útil para guiar escolhas mais conscientes na hora de comprar malas de viagem! Para alugar sua bagagem e viajar com mais tranquilidade e economia, acesse o site da GetMalas e faça a sua reserva! 

You may also like