como tirar visto canadense

Como tirar visto canadense: confira o passo a passo

by

Repleto de belezas naturais e cidades incríveis, o Canadá desperta um interesse crescente dos turistas brasileiros. O país, entretanto, exige autorização prévia para a entrada em suas fronteiras. Para te ajudar a se preparar com tranquilidade para o processo, elaboramos um passo a passo completo sobre como tirar visto canadense

Tipos de visto, documentos necessários, validade e procedimentos para solicitação são algumas das informações importantes que você precisa conhecer. Prossiga a leitura e esclareça suas dúvidas! 

Quem precisa tirar o visto canadense? 

como tirar visto canadense

Todos os brasileiros que desejam visitar o Canadá devem solicitar o visto, com antecedência mínima de 6 semanas. As pessoas que desembarcarem no país para voos de conexão também precisam portar o documento (que nesses casos é gratuito). 

Vale lembrar que o visto de turista não contempla quem deseja trabalhar ou estudar em terras canadenses – a menos que o curso tenha duração inferior a 6 meses. O período de 6 meses ou 24 semanas, inclusive, é o máximo permitido para a estadia turística. 

Em relação ao mais conhecido visto americano, o visto canadense tradicional tem menor duração: em geral apenas 6 meses. Em contrapartida, a solicitação é bastante simples, pode ser feita de forma independente e conta com baixa taxa de rejeição – menos de 5% dos vistos são negados. 

Leia Mais: Visto negado: o que fazer e quais são os principais motivos da recusa? 

Como tirar visto canadense: conheça as modalidades 

Se você quer saber como tirar visto canadense sem complicações, o primeiro passo é entender que existem duas formas de se obter a autorização: o eTA (visto eletrônico) e o visto convencional. A seguir, saiba mais sobre cada modalidade! 

eTA (visto eletrônico): quem pode solicitar? 

eTA é a sigla para Electronic Travel Authorization (Autorização Eletrônica de Viagem), que pode substituir o documento tradicional em um processo mais simples e barato. 

Entretanto, nem todos podem solicitar essa modalidade. Para utilizar o eTA, as condições são: 

  • ter tirado o visto canadense nos últimos 10 anos;
  • possuir um visto americano para não imigrantes válido (como o de turismo e negócios);
  • ingressar no Canadá de avião (turistas que chegarem via carro ou navio não podem usar o documento); 
  • permanecer por no máximo 6 meses no país.  

Visto convencional canadense (TRV): quem deve solicitar? 

Por sua vez, o visto tradicional canadense ou TRV (Temporary Residence Visa) deve ser solicitado por todos aqueles que não forem elegíveis para o eTA – em outras palavras, por todos os brasileiros que não preencherem os pré-requisitos do visto eletrônico. 

Dessa forma, os viajantes que ingressarem no país via marítima, terrestre ou aérea (não elegíveis para o eTA)  deverão portar o documento. 

Como tirar visto canadense: passo a passo do eTA  

Conforme já mencionamos, aqueles que têm direito a solicitar a autorização eletrônica podem seguir um processo mais simplificado e menos oneroso. Confira: 

1. Reúna os documentos necessários 

Para tirar o eTA, o viajante precisa dos seguintes documentos e informações: 

  • passaporte (válido por no mínimo 6 meses);
  • cartão de crédito;
  • endereço de e-mail válido.

2. Acesse o site do Governo Canadense e preencha o formulário 

O próximo passo é acessar o portal do Governo Canadense e preencher o formulário de solicitação. Para facilitar e agilizar o processo (que tem tempo máximo para preenchimento), tenha os seus documentos em mãos – incluindo o visto americano, caso você o possua. 

Para saber mais sobre o eTA e solicitar sua autorização, clique aqui (link em português).  

Dica Extra: aqui, você pode conferir um guia com orientações detalhadas para preenchimento do formulário. 

Obs.: no site, o eTA é chamado de AVE (Autorização de Viagem de Eletrônica). 

3. Pague a taxa de emissão do eTA 

Ao fim do processo, o solicitante deve efetuar o pagamento da taxa do eTA via cartão de crédito, no próprio site. 

O eTA custa 7 CAD (dólares canadenses), ou seja, cerca de R$20,00. A aprovação desse visto normalmente leva poucos minutos, sendo enviada diretamente para o e-mail do solicitante. 

ATENÇÃO: em alguns casos, o processo de autorização pode levar dias e até mesmo não ser aprovado. Nessas situações, o consulado canadense pede que o interessado faça o processo de solicitação do visto convencional. 

Qual é a validade do eTA? 

O eTA dura 5 anos ou até que o passaporte vença (o que acontecer primeiro). Vale ressaltar que, embora o visto eletrônico permita que o turista permaneça no Canadá por até 6 meses, é o oficial de imigração quem determinará o tempo exato de permanência do viajante. 

Leia Mais: Jet Lag: o que é o transtorno do viajante e como evitar? 

Como tirar visto canadense: passo a passo do visto tradicional 

como tirar visto canadense

1. Reúna os documentos necessários

No caso do TRV ou visto canadense tradicional, há uma lista extensa de documentos a serem apresentados. Para orientar os interessados, o site do governo do Canadá disponibiliza um checklist com as solicitações. Há, ainda, um manual explicativo sobre todo o processo de solicitação (em inglês). Confira: 

  • Uma foto atual 3×5 ou 3,5 x 4,5;
  • Comprovantes financeiros;
  • Passaporte válido;
  • Autorização de viagem para menores de 18 anos (emitida por órgão competente e assinada pelos pais);
  • Comprovação de laços sociais e econômicos com o Brasil (comprovante de matrícula em instituição de ensino para os estudantes, documentos de empresa própria ou declarações referentes aos 3 últimos pagamentos feitos pelo empregador);
  • Comprovante original do pagamento das taxas de visto. 

2. Preencha os formulários necessários no site do Governo

Há um formulário básico de solicitação e outros que devem ser preenchidos a depender das categorias nas quais você se encaixa. Veja: 

Formulário de Solicitação IMM5257E: aqui, você deverá preencher seus dados pessoais e informações sobre a viagem. O documento é individual e deverá ser validado, impresso e assinado;

– Formulário de Informações Familiares: todos os solicitantes deverão preencher;

– Questionário de Informações Adicionais: esse item deve ser impresso, preenchido a mão e assinado. Um único formulário pode ser utilizado por toda a família;

– 2 cópias do Termo de Consentimento da VSF: cada requerente de visto deverá apresentar suas 2 cópias;

– Declaração de União Estável: esse formulário é obrigatório apenas para aqueles que estão em união não escriturada por cartório;

– Formulário Schedule 1: apenas para os solicitantes que possuem ou já possuíram vínculo com o serviço militar, partidos políticos, defesa civil ou cargo de relevância no Poder Judiciário. 

3. Agende um horário para fornecer sua biometria, se necessário

Se você não possui um visto canadense ou americano ainda válidos ou desejar trabalhar ou estudar no país, precisará agendar um horário para fornecer sua biometria em um dos Centros de Solicitação de Visto do Canadá no Brasil. 

Clique aqui para saber se precisará colher sua biometria para o visto. Neste link, você pode solicitar seu atendimento. 

4. Efetue o pagamento das taxas de visto

No caso dos vistos de turista (de residência temporária), o valor é de R$315,00 para cada solicitante do documento

A taxa pode ser paga via depósito no Santander, via pagamento online no site do Governo (com cartão de crédito habilitado para transações internacionais) ou pessoalmente em um consulado canadense. 

Para aqueles que precisarem fornecer sua biometria, há um valor extra para além da taxa de solicitação. Nessas situações, o preço por pessoa é R$270,00. Em família, o valor para duas pessoas é de R$535,00. Grupos de 3 pessoas pagam um total de R$800,00.

O pagamento só poderá ser realizado pessoalmente nos Centros de Solicitação de Visto (CVACs). 

Qual é o tempo de validade do visto canadense convencional? 

Assim como eTA, o prazo de validade é de 5 anos ou até que o passaporte do solicitante expire. 

Como tirar visto canadense no CVAC?

Atualmente, há 5 Centros de Solicitação de Visto do Canadá (CVAC) no Brasil. Os centros estão localizados nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Brasília e Porto Alegre.  

Com toda a devida documentação que já explicamos acima, o viajante tem 3 possibilidades para requerer seu visto via CVAC:

  • pessoalmente, comparecendo a um dos Centros;
  • por coleta em domicílio (com cobrança de taxa extra. O interessado deverá entrar em contato com o CVAC mais próximo para receber mais informações);
  • através de um serviço de entrega, no qual a documentação deverá ser enviada aos órgãos responsáveis. 

Vale destacar que, para aqueles que preferirem fazer uma solicitação presencial no CVAC, há serviços de fotografias, cópias, computadores para preencher os formulários e até mesmo assessoria para ajudar com todo o processo (devem ser pagos à parte). 

E então, esclareceu suas dúvidas sobre como tirar visto canadense? Para te ajudar a ter uma viagem ainda mais tranquila e econômica, preparamos um post especial com dicas valiosas para viajar só com a mala de mão. Confira e continue a acompanhar o blog para mais conteúdos sobre viagens! 

You may also like