certificado-internacional-de-vacinacao

Certificado Internacional de Vacinação: quando e como tirar?

by

Ao lado do passaporte, das regras de bagagem e do visto, as vacinas necessárias são outro item que gera dúvidas quando o assunto é fazer uma viagem internacional. Nesse cenário, um documento que é exigido por muitos países entra em cena: o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP)

Para te ajudar a entender a utilidade e a importância dessa certificação para os viajantes, reunimos as principais informações sobre o assunto. Vamos lá?

O que é o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP)? 

O CIVP é um documento oficial que comprova a vacinação do viajante contra doenças , indo de acordo com o Regulamento Sanitário Internacional. 

Na prática, o certificado funciona como uma carteirinha de vacinação no exterior. Por meio dele, é possível provar para as autoridades da imigração que você possui a imunização adequada contra várias doenças. 

O objetivo do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), nesse sentido, é tanto evitar a entrada de doenças no país de destino quanto o contágio dos visitantes por eventuais enfermidades que existam no local

A comprovação das vacinas pelos turistas é capaz de prevenir até epidemias (como a da febre amarela), tendo em vista que nem sempre as populações locais estão resistentes a determinados agentes infecciosos que os estrangeiros podem portar. 

Vale acrescentar que o documento tem validade vitalícia, ou seja, quem já fez o CIVP uma vez não precisa solicitar um novo. 

Saiba Mais: Como tirar passaporte: preço, documentos e mais  

Quem precisa tirar o certificado? 

Os viajantes brasileiros (e também os estrangeiros que se vacinam no Brasil) que vão viajar para algum país que exige a apresentação do CIVP precisam tirar o documento. Vale lembrar que crianças a partir de 9 meses, nessas condições, já devem solicitar o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia. 

Quais países existem o Certificado Internacional de Vacinação? 

A lista dos países que exigem o CIVP varia continuamente – o ideal é checar seu país de destino no portal da Anvisa, além de conferir a informação diretamente com o consulado do país no Brasil. 

Vale lembrar que os destinos que demandam o certificado podem impedir a entrada do viajante que não tiver o CIVP, então ficar atento à obrigatoriedade é essencial. A China é um exemplo de destino que exige o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia, além do visto chinês. 

Os Estados Unidos, por sua vez, não exigem o certificado, mas há obrigatoriedade do visto americano. Seja como for, o mais recomendado é emitir o CIVP – além de tranquilidade para passar pelas imigrações, o viajante também ganha segurança e proteção para conhecer o mundo. 

Para quais doenças emitir o CIVP? 

A principal doença cujos países exigem a vacinação para brasileiros é a febre amarela. Vale lembrar que uma única dose dessa vacina é suficiente para a vida toda – por isso o Certificado Internacional de Vacinação é vitalício. 

Entretanto, aqueles que tomaram a dose fracionada contra vacina amarela deverão tomar a dose única para emitir o documento. Para desvendar a informação, cheque seu cartão de vacina brasileiro. 

Além da febre amarela, é possível emitir o CIVP para outras patologias, incluindo a poliomielite e a meningite meningocócica. Não deixe de verificar as exigências do seu país de destino! 

Saiba Mais: Kit de Primeiros Socorros para viagem internacional: o que e como levar?

Como tirar o Certificado Internacional de Vacinação (CIVP): passo a passo

certificado-internacionalde-vacinacao2

Boa notícia: agora, o processo de solicitação do CIVP está simplificado e pode ser realizado completamente online. Dessa forma, só é necessário sair de casa para tirar a vacina para qual você quer emitir o documento, que é gratuito. Confira o passo a passo: 

1. Complete seu cartão de vacinas brasileiro 

O primeiro passo é completar seu cartão de vacinas (principalmente a de febre amarela!). Vá ao posto de saúde ou clínica para tomar as doses que você precisa! 

2. Acesse o Portal de Serviços do Governo Federal e faça seu cadastro 

Acesse o Portal de Serviços do Governo e efetue seu cadastro (é preciso informar nome, CPF e e-mail). 

3. Após o cadastro, clique para o CIVP 

Na página “Obter o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia”, clique em “solicitar”. Para solicitar o CIVP, você precisará dos seguintes documentos: 

  • Documento de Identificação com foto, sendo RG, passaporte, certidão de nascimento ou CNH (você precisará ter seu documento digitalizado, em foto ou arquivo);
  • Número do CPF;
  • Comprovante de vacinação (também em arquivo digitalizado). 

Atenção: na hora de fotografar seus documentos, antes de digitalizar, busque ao máximo tirar fotos com qualidade e boa definição. Seus dados precisam estar nítidos! 

4. Preencha seus dados 

A próxima página solicitará que você informe nome, CPF e data de nascimento. 

5. Anexe seu documento de identificação

Anexe o arquivo digitalizado do seu RG, certidão de nascimento, passaporte ou CNH e clique em “avançar”. 

6. Informe os dados da vacina 

Informe o tipo da vacina, lote, data de vacinação e anexo do arquivo digitalizado. 

7. Confira sua caixa de entrada em busca do e-mail de confirmação do pedido

Em seguida, a Anvisa enviará um comprovante da sua solicitação por e-mail. A agência informará que seu pedido foi feito com sucesso e que será analisado. É solicitado um prazo de até 5 dias úteis para o resultado. Se o e-mail não estiver na caixa de entrada, não se esqueça de checar o SPAM! 

8. Receba o e-mail com o CIVP anexado e orientações para imprimir 

Com a aprovação da análise, seu Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia será enviado por e-mail, com instruções para impressão. Caso seu pedido for reprovado, a Anvisa também informa a reprovação via e-mail em até 5 dias úteis, com orientações sobre o que pode ser feito na nova solicitação.

9. Imprima seu CIVP 

Pronto, agora é só imprimir seu certificado diretamente do e-mail! Vale lembrar que o CIVP ficará sempre disponível para impressão no próprio Portal de Serviços do Governo Federal – basta entrar com seu login! 

Dessa forma, mesmo que você perca o documento impresso no exterior ou no Brasil, poderá reimprimi-lo sempre que necessário. Se seu CIVP tiver sido emitido presencialmente e houver perda, você poderá buscar o consulado brasileiro no país para solicitar a 2ª via. 

Saiba Mais: Perda de passaporte: o que fazer?

E então, gostou das informações? Esperamos que você tenha esclarecido suas dúvidas sobre Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia – e viaje mais tranquilo! Conheça o serviço de aluguel de malas da GetMalas e faça sua viagem internacional com mais economia, facilidade e cumprindo as exigências das regras das companhias aéreas! 

 

Créditos da imagem de destaque: Freepik 

You may also like