viagem barata

Viagem barata: melhores destinos e dicas para não pesar no bolso

by

Que viajar é um dos melhores investimentos que se pode fazer, ninguém duvida. Afinal de contas, gastar dinheiro para conhecer novos destinos, viver experiências diferentes e criar memórias para toda a vida sempre vale a pena. Mas e quando o orçamento está apertado? Como fazer uma viagem barata? 

Tudo começa no planejamento. Com base no valor que você tem para gastar, é possível estabelecer destinos, criar o roteiro e até mesmo definir o número de dias que você passará viajando, alinhando expectativas e realidade financeira. 

A boa notícia é que é perfeitamente possível fazer uma viagem muito prazerosa com economia! Para te ajudar, reunimos dicas valiosas para viajantes que querem gastar menos e destinos baratos nacionais e internacionais. Acompanhe! 

Viagem barata: dicas para viajar sem pesar no bolso 

viagem barata

Monitore passagens aéreas e conquiste melhores preços 

Quanto antes você começar sua busca, melhor. A tecnologia é uma grande aliada do viajante econômico, e não faltam ferramentas para te ajudar na empreitada de conseguir passagens aéreas baratas.

Uma dica valiosa, aqui, é acionar as notificações de aplicativos e sites como Google Flights, Kayak Explore, Skyscanner, Decolar e Melhores Destinos. Dessa forma, você ficará por dentro de promoções relâmpago, poderá pesquisar ofertas em diferentes datas e identificar flutuações de preço que podem resultar em muita economia. Tenha em mente: datas menos concorridas e descontos de última hora podem significar uma diferença absurda no bolso

Vale lembrar: quem tem flexibilidade de datas e destinos consegue viajar com ainda mais economia. Os próprios Skyscanner e Kayak permitem fazer buscas amplas sobre os destinos mais baratos (no Brasil e no mundo) para viajar em determinada época, assim como os melhores meses e dias. Vale a pena se abrir para o inesperado! 

Para quem vai pegar a estrada e não quiser ir dirigindo, vale a pena considerar apps como o Buser e o Bla Bla Car. O Buser oferece excursões em ônibus de qualidade pagando mais barato do que na rodoviária (para as principais cidades do Brasil), enquanto o Bla Bla Car facilita pegar aquela carona para economizar. 

Fique de olho nas opções baratas de hospedagem 

Mais uma vez, a tecnologia sai na frente para ajudar quem quer fazer uma viagem barata. No lugar de hotéis e resorts tradicionais, cada vez mais viajantes de todo o mundo estão optando por apps e portais de hospedagem. 

Alugar um imóvel pode ser interessante para economizar, principalmente para quem viaja em grupo/família e consegue dividir os gastos. A popularidade crescente do Airbnb (com ofertas de aluguel para todos os gostos e bolsos, incluindo algumas pousadas) é prova desse movimento. Vale lembrar que o site abrange o Brasil e o mundo. 

Outra ferramenta que vale a pena checar é o Booking.com (também para destinos nacionais e internacionais). O portal conta com inúmeras opções de aluguel por temporada e pousadas econômicas

Os hostels (com quartos compartilhados ou de casal) também são excelentes alternativas de hospedagem para quem não quer fugir do orçamento. Reunindo viajantes de todo o mundo, esses locais são ótimos ambientes para fazer amigos e encontrar parceiros de aventura. Aqui, vale pesquisar o HostelWorld

Por fim, pesquisar opções de pacote (voo/trajeto + hospedagem) com agências de viagem também pode ser interessante para encontrar preços competitivos. 

Leia Mais: 18 aplicativos de viagem que você precisa conhecer 

Alimentação: fuja dos grandes centros turísticos

A não ser que o objetivo da sua viagem for fazer um belo turismo gastronômico, é possível economizar bastante no quesito alimentação (e isso não significa se privar de comer bem!). 

Além de considerar as opções de cozinhar na própria hospedagem (em especial nos casos de hostels e imóveis alugados), fuja dos badalados centros turísticos do destino – onde o preço para comer fica nas alturas – e prefira opções locais, menores e menos conhecidas

Food trucks de comida tradicional/de rua e estabelecimentos menores são ótimas pedidas para gastar menos, além de serem um belo exemplar da culinária local. 

Pesquise passeios e programas turísticos gratuitos/baratos 

Todo destino oferece opções gratuitas e /ou baratas de lazer e turismo. Os museus e centros culturais, por exemplo, geralmente têm um dia da semana com entrada gratuita ou econômica. 

Ficar por dentro de atrações ao ar livre (em parques, praças e ruas) também é uma dica valiosa. Na internet, junto aos guias de viagem ou moradores locais, investigue a programação turística e cultural para planejar seu roteiro com base em alternativas mais econômicas. 

Sempre vale lembrar, ainda, dos free walking tours (famosos principalmente na Europa, mas que podem ser encontrados em todo o mundo). Passeios gratuitos e guiados pelos centros históricos das cidades, esses tours só exigem a sua disposição para aparecer na data e no horário marcados (e uma eventual gorjeta, se desejado). 

Considere o work exchange 

Já pensou em trocar trabalho por hospedagem? O work exchange é uma modalidade que oferece ao viajante a chance de economizar, ganhar a hospedagem, algumas refeições do dia e outros benefícios na troca de horas de trabalho semanais. 

Disponível no Brasil e no mundo, a oportunidade é uma ótima chance de fazer amizades, expandir seus conhecimentos e fazer uma incrível viagem barata. Geralmente, os serviços que devem ser oferecidos ficam na área de limpeza/atendimento/organização de hostels, marketing digital, jardinagem e artes plásticas. Vale a pena conferir essa maneira de trocar suas habilidades por hospedagem em lugares fantásticos do Brasil e do exterior. 

Quer saber mais? Confira: Work exchange: entenda a modalidade de quem trabalha para viajar

20 destinos para fazer uma viagem barata no Brasil 

viagem barata
Aracati, no Ceará
  • Brumadinho, em Minas Gerais (com o passeio incrível pelo Inhotim, o maior museu ao céu aberto do mundo. Após as catástrofes das barragens, o local vem recuperando seu turismo a todo vapor);
  • Foz do Iguaçu, no Paraná;
  • Porto Seguro, na Bahia (basta pegar a balsa para passear em Arraial d’Ajuda);
  • Ouro Preto, em Minas Gerais;
  • Vitória, no Espírito Santo;
  • Maceió, no Alagoas;
  • São Luís, no Maranhão;
  • Manaus, no Amazonas;
  • Olinda, no Pernambuco;
  • Canela, no Rio Grande do Sul;
  • Imbituba, Santa Catarina;
  • Curitiba, no Paraná;
  • São Miguel do Gostoso, Rio Grande do Norte;
  • Aracati, no Ceará;
  • Caldas Novas, em Goiás;
  • Chapada dos Veadeiros, em Goiás;
  • Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso;
  • Arraial do Cabo, no Rio de Janeiro;
  • Cabo Frio, no Rio de Janeiro;
  • Belo Horizonte, em Minas Gerais. 

20 destinos para fazer uma viagem barata internacional 

viagem barata
Macchu Picchu, no Peru
  • Marrocos, na África (fácil acesso para quem está na Espanha);
  • Bolívia, na América do Sul;
  • Colômbia, na América do Sul; 
  • Tailândia, no Sudeste Asiático;
  • Vietnã, na Ásia;
  • Hungria, no Leste Europeu (essa parte menos explorada da Europa é uma ótima pedida para economizar);
  • República Tcheca, no Leste Europeu;
  • África do Sul, na África;
  • Peru, na América do Sul; 
  • Argentina, na América do Sul;
  • Chile, na América do Sul;
  • Índia, na Ásia; 
  • Rússia, no Leste Europeu;
  • México, na América do Norte;
  • Nicarágua, na América Central;
  • Guatemala, na América Central;
  • Polônia, no Leste Europeu;
  • Turquia, na África;
  • Nepal, na Ásia;
  • Filipinas, na Ásia.

Saiba Mais: Como tirar passaporte: preço, documentos e mais 

E aí, gostou do conteúdo? Esperamos que você aproveite nossas dicas para fazer uma viagem barata incrível. Com organização e planejamento, você verá que é possível viver momentos inesquecíveis em um novo destino sem pesar no bolso. 

Por fim, fica uma dica final para economizar: não compre, alugue sua bagagem. Aproveite para conferir as vantagens e o funcionamento do serviço do aluguel de malas! 

 

Créditos da imagem de destaque: freepik

You may also like