Alugar mala de viagem

Alugar mala de viagem: 5 benefícios desse serviço

by

Você sabia que é possível alugar mala de viagem? Veja as vantagens desse modelo com este artigo!

Entre as várias preocupações que temos antes de viajar, estão a lembrança de todos os itens que precisam ser levados, a possibilidade de o voo ser cancelado e até mesmo a utilização de uma mala que seja adequada às nossas necessidades. 

Fazer um checklist é uma estratégia que pode ajudar você a se planejar melhor e garantir que tudo saia bem, além de otimizar o seu tempo e dinheiro. Por falar nessa economia, você sabia que é possível alugar mala de viagem? Neste artigo, vamos mostrar 5 vantagens de contar com esse tipo de serviço. Confira!

1. Alugar mala de viagem é mais econômico que comprá-las

Se você já andou fazendo uma pesquisa no mercado, sabe que uma mala média, rígida e com rodinhas não custa baratinho. Porém, por outro lado, esse mesmo item, quando é alugado, custa cerca de 10% do valor total que seria gasto na compra — considerando o período de uma semana.

Dessa forma, se você não é uma pessoa que viaja com uma frequência muito alta, saiba que não precisa fazer um investimento alto para adquirir uma mala de qualidade reconhecida no mercado. 

2. Economia de espaço em casa

Ficar arrumando lugar para guardar aquelas coisas que usamos pouco não é uma das tarefas mais agradáveis — principalmente quando se trata de itens grandes, que não podem ser colocados em qualquer cantinho disponível. O incômodo se torna ainda maior se você mora em uma casa ou apartamento pequeno, já que tudo precisa ser muito otimizado para se ter um espaço bonito, organizado e funcional.

Nesse sentido, alugar mala de viagem pode ser a melhor saída para contornar esse inconveniente, visto que você não vai mais ter que se preocupar com mais uma coisa a ser guardada. Já pensou em fazer uma viagem internacional, voltar com muitas comprinhas, ter que armazenar tudo e ainda arrumar espaço para uma mala grande, que só será usada novamente daqui a um ano (ou mais)?

3. Disponibilidade rápida para uso

O aluguel de malas é feito, geralmente, 100% online, de forma rápida e bem simplificada. Para isso, basta você verificar se o modelo em questão atende as suas necessidades e têm o formato e tamanho ideal para a quantidade de itens que você quer levar e trazer da sua viagem.

Com isso, você evita todo aquele trabalho de sair pesquisando em lojas no shopping, ficar navegando na internet comparando preços e ainda correr o risco de fazer uma compra que não vai agradar você.

Na pior das hipóteses, se isso acontecer com a mala que foi alugada, você tem a tranquilidade de que vai devolvê-la depois do período contratado e não vai ter que lidar depois com aquele produto que não te atende.

4. Estímulo para a economia colaborativa

A economia colaborativa, como o nome sugere, consiste em um modelo no qual as pessoas utilizam recursos compartilhados (sejam eles físicos ou intelectuais). Exemplos bem famosos de como ela funciona na prática são os aplicativos de carona (como Uber e 99), de hospedagem (como o Airbnb) e até mesmo de cuidados com os pets enquanto você viaja (como o Dog Hero).

Dessa forma, pessoas ou empresas que têm alguma coisa a oferecer podem se conectar a quem precisa dos serviços (ou produtos) de forma temporária. Como bônus, essa economia compartilhada ajuda a diminuir o consumismo desenfreado no mundo inteiro — o que dá ainda mais força para a ideia da sustentabilidade.

5. Sofreu com danos e extravios? Não precisa se preocupar tanto assim

É claro que ninguém gosta de passar por uma situação de ver que a mala foi danificada ou extraviada em algum ponto do percurso. Isso é especialmente incômodo quando pensamos nos pertences pessoais que são perdidos, principalmente quando eles têm algum valor sentimental para o dono. Porém, sabemos que casos assim não são incomuns — principalmente em aeroportos.

No caso da mala alugada, entretanto, você não precisa ter muitas preocupações além dos seus itens pessoais e dos procedimentos que são necessários para formalizar uma reclamação a respeito da ocorrência.

Apesar do compromisso que você tem com a empresa que alugou o item, os contratos têm, no geral, cláusulas que desabonam os clientes de ter que cobrir esses danos. No caso de avarias leves (como pequenos arranhões), a penalidade é inexistente.

Entretanto, caso o problema seja maior — havendo quebras e outros estragos mais consideráveis —, você precisa procurar a companhia aérea com a qual realizou o voo (ainda na sala de embarque) e preencher o documento que formaliza a reclamação. Geralmente, ele é chamado de Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB).

Em posse do formulário, ele deve ser enviado para a empresa na qual você fez o aluguel e consegue comprovar que o problema é de responsabilidade da companhia — desabonando você de qualquer cobrança.

Já se o caso for de extravio, você deve realizar o mesmo procedimento de preencher o RIB e ainda abrir uma queixa formal no escritório da ANAC (a Agência Nacional de Aviação Civil) que está localizado dentro do aeroporto. Ambos também devem ser encaminhados para a empresa de aluguel.

De modo geral, não existem cobranças de multas por atraso na entrega ou cobrança de diárias enquanto o problema está em fase de tratamento. Há situações em que a própria locatária se responsabiliza por toda a burocracia necessária e acompanha o andamento da situação bem de perto.

Caso a solução seja a indenização (decorrente do extravio), você precisa pagar um valor para a empresa de aluguel, como forma de ressarcir a perda do produto.

Só não se esqueça de avaliar bem o contrato antes de contratar e verificar quais são as coberturas existentes, os seus direitos e deveres. Dessa forma, caso haja algum problema, você não é pego de surpresa — com mais uma chateação para resolver.

Como vemos, alugar mala de viagem é uma excelente alternativa para viajantes que querem economizar um pouco nos gastos iniciais e direcionar o investimento para outras questões mais importantes (como a hospedagem e a alimentação, por exemplo). Se você não viaja com bastante frequência, considere essa estratégia.

Gostou deste artigo? Compartilhe o conteúdo em suas redes sociais e deixe que mais pessoas conheçam o aluguel de malas e suas vantagens!

 

You may also like