6 Dicas para você economizar na sua viagem internacional

by

Você pode economizar na viagem internacional e aproveitar ainda mais o passeio com nossas dicas!  Você já aprendeu aqui a planejar a viagem dos sonhos, como organizar as malas, quais são os lugares fora dos roteiros turísticos e até como economizar na lua de mel.

Agora você vai ver seis dicas financeiras que vão te ajudar a economizar: nem toda viagem para o exterior precisa doer tanto o bolso.

 1. Viaje nas baixas temporadas

Já falamos aqui sobre o quão econômico são os passeios nas baixas temporadas. Além das passagens e dos serviços também ficarem mais baratos nessas épocas, você não vai precisar enfrentar filas enormes ou andar em meio a multidões, o passeio vai ser mais tranquilo e prazeroso.

Com a pouca demanda de turistas, viajar nas baixas temporadas também tem a vantagem de você pedir descontos e ganhá-los em muitos serviços.

Outra forma de ganhar descontos é comprando a passagem com antecedência. Um dos maiores gastos das viagens internacionais são relacionados às passagens aéreas, portanto pesquise os valores enquanto planeja a viagem, meses antes. Busque também sites como a Maxmilhas e 123milhas que vendem passagens aéreas utilizando as milhas de outras pessoas, sendo uma ótima oportunidade para comprar mais barato.

2. Economizando na hospedagem

Um dos serviços mais caros da viagem é a hospedagem. Se a sua prioridade é ficar num lugar confortável, privado e com alguns luxos, escolha ficar num hotel. Mas se você não é tão exigente e prefere economizar, existem outras formas de hospedagem mais econômicas que os hotéis.

Melhor do que pagar barato é não pagar nada, não é mesmo? O Couchsurfing é um site que faz a ponte entre anfitriões e hóspedes de qualquer parte do mundo. Há opções de acomodação grátis na casa de pessoas que moram em diversos países. Claro que é necessário se adaptar à realidade de alguém desconhecido, mas pode ser interessante para conhecer gente nova e ter uma visão diferente do país.

economizar na viagem internacional

Uma outra opção de economia na hospedagem é o Airbnb. O site tem muitas opções de acomodação: casa, apartamento, quarto na casa de um morador da cidade, etc. Esse tipo de hospedagem pode sair muito em conta quando você viaja com mais pessoas, pois vocês podem dividir as despesas. A desvantagem é que não tem um “serviço de hotel” para limpar tudo e arrumar a bagunça e nem o café da manhã (salvo os casos em que o morador pode oferecer este diferencial para os hóspedes).

Hostels também são uma opção barata de acomodação, já que você pode dividir o quarto com um grupo de outros hóspedes ou mesmo com o seu grupo de amigos. Também é possível ficar num quarto sozinho, mas não será tão barato quanto dividir a despesa com alguém.

3. Transporte público

No Brasil, o transporte público deixa muito a desejar e nem sempre é a melhor opção. Mas em muitos países ele funciona, e muito bem! Por isso, dê preferência para o transporte público se tiver a opção.

Em muitos casos, pode ser mais vantajoso você comprar um bilhete de longa duração dependendo do tempo que você ficar na cidade. Se mesmo assim você preferir ir de táxi, pesquise antes qual o melhor caminho para diminuir as chances do motoristas dar voltas desnecessárias.

4. Passeios gratuitos

Quando estiver planejando a viagem, aproveite para fazer um roteiro com os passeios gratuitos do lugar que vai visitar. Muitos parques, praças, monumentos, museus e espetáculos de rua pelo mundo todo são gratuitos.

Pesquise os eventos que vão ocorrer na cidade, muitas cidades internacionais tem opções gratuitas de lazer como shows, festivais de rua, teatros e atrações ao ar livre.

Priorize os locais que você quer conhecer, você não precisa conhecer todos os destinos que aparecem nos guias turísticos. Liste o que você quer conhecer e economize tempo e dinheiro.

5. Alimentação

Se você se hospedar em hotel pode ter a vantagem de tomar o café da manhã no local, o que já é uma economia. Mas evite consumir o que está fora da diária, como itens do frigobar.

Optando por se hospedar numa casa via Airbnb, por exemplo, você pode fazer as compras no supermercado e economizar bastante, já que restaurantes cobram por todo o serviço (e ainda tem a gorjeta!). É claro que você vai querer conhecer a culinária local, e neste caso a dica é evitar lugares famosos, nas ruas principais ou recomendados por guias e hotéis. Abuse dos mercados públicos e feiras livres, além de conhecer pratos diferentes da cultura local, você ainda vai economizar muito.

6. Planeje seus gastos

Evite perder o controle das despesas e terminar a viagem sem dinheiro. Preveja os seus gastos diários como hospedagem, transporte, alimentação, compras e conte também com emergências.

A melhor maneira de resistir às compras por impulso é fazer um planejamento da sua viagem. Faça uma lista de compras começando pelos itens indispensáveis, aqueles que você precisa comprar: computador,celular, maquiagem, cosméticos, sapatos, etc. Pesquise os preços do que você deseja comprar nos sites das lojas e lembre-se de acrescentar a taxa de imposto cobrada pelo governo sobre todos os produtos comprados no exterior.

Feito isso, é hora de listar o que você quer, mas não precisa necessariamente comprar. Liste os itens por ordem de necessidade e durabilidade, assim fica mais fácil de decidir o que comprar e se você pode se dar o luxo de comprar coisas extras.

Seguindo as nossas dicas, você pode se planejar e economizar na sua viagem internacional.

Quer mais dicas para economizar na viagem internacional? Leia também nosso artigo sobre lua de mel econômica, lá tem mais dicas de economia que podem te ajudar.

You may also like