Fazer uma viagem de carro no estilo mochilão oferece mais flexibilidade do que outros tipos de viagem e você não precisa necessariamente já ter todas as passagens compradas e reservas feitas. Imprevistos podem acontecer no caminho e nem tudo pode sair como planejado, mas tudo isso faz parte da aventura. É comum pensar na Europa para esse tipo de viagem, porém o mochilão pelos países da América do Sul também é uma boa opção.

Quer viajar de carro pelos países do Mercosul? Então, prepare-se para viver grande aventura! Mas não se esqueça de tomar alguns cuidados e planejar a sua viagem com antecedência. Atente-se às regras necessárias, como documentação correta, entre outras e faça uma boa viagem!

O que é o acordo do Mercosul?

Antes de saber o que é preciso para viajar de carro pelos países do Mercosul, entenda o que significa o acordo do Mercosul. Ele iniciou com Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai. Logo, outros países da América do Sul passaram a fazer parte também, como associados, ou seja, atualmente todos fazem parte desse acordo.

Através dele, os habitantes de cada país da América do Sul podem viajar entre esses locais, sem precisar encarar burocracias, como em outros lugares do mundo. Porém, para quem decide sair do Brasil de carro, com destino a qualquer um desses pontos, terá que seguir algumas regras. Veja quais são!

Como viajar de carro pelos países do Mercosul

Um roteiro de carro pelos países do Mercosul, saindo do Brasil, inclui Argentina, Uruguai, Bolívia, Peru e Chile. Embora os dois últimos não façam parte do acordo, estão na rota por conectar os outros países. Para não ter problemas durante a viagem, considere providenciar com antecedência:

– Documentos

Para fazer sua viagem de carro pelos países do Mercosul, você precisa levar sua carteira de identidade, mas, no caso do Chile, Peru e Bolívia, é preciso passaporte. Já para dirigir nesses países, a CNH brasileira é aceita, porém, no caso da Colômbia, você terá que providenciar a Carteira Internacional de Habilitação. Além desses, os documentos do veículo são:

  • Certificado de Registro
  • Licenciamento do veículo
  • Autorização do proprietário autenticada no cartório, caso vá com veículo de terceiro
  • Certidão negativa do Detran
  • PID: Permissão Internacional para Dirigir

– Equipamentos de segurança no veículo

Seu veículo vai precisar ter alguns equipamentos que não são habituais por aqui, como correntes para os pneus, independentemente de passar por estradas com neve. Tenha também extintor de incêndio, triângulos de sinalização e cabo para reboque. Além disso, é importante saber que a Argentina não aceita película (insulfilm) no veículo.

Atente-se a esses itens, pois, na fronteira da Argentina com o Chile, se você não tiver qualquer um desses, poderá prejudicar a sua viagem. Durante o inverno por lá, você não conseguirá cruzar a Cordilheira sem esses equipamentos, e a guarda da fronteira é muito exigente.

– Seguro do carro

Por aqui é essencial ter um seguro auto, porém, ao viajar pelos países do Mercosul de carro, você precisará do Seguro Carta Verde. Ele é obrigatório e possui coberturas variáveis, que atendem ao período de viagem. Entre as coberturas, ele oferece proteção apenas ao terceiro, com direito a danos pessoais, morte, despesas médicas e hospitalares, honorários do advogado, despesas processuais, além de danos materiais.

Se você já conta com o seguro de carro aqui no Brasil, entre em contato com a sua seguradora e verifique a possibilidade dessa proteção ser válida nos países que você visitar. Aproveite e contrate também o seguro viagem, assim, você e o seu veículo viajam protegidos.

– Revisão do veículo

Para maior segurança sua e de todos os ocupantes durante toda a viagem de carro, faça uma revisão no veículo. Leve a um mecânico de confiança e informe sobre o seu roteiro de viagem.

 

Post escrito por Andreia Silveira do site SeguroAuto.org.