Com o dólar e o euro altos em relação ao real, encontrar destinos internacionais baratos torna-se desafiador. O jeito é olhar para moedas que são mais fracas na comparação com a nossa. Ao fazer isso, dá para encontrar vizinhos sul-americanos que oferecem bom custo-benefício. Mas se engana quem pensa que as opções estão limitadas apenas ao sul da América, conforme veremos na lista abaixo.

1) Buenos Aires (Argentina)

A crise cambial que atinge a economia argentina desvalorizou ainda mais o peso em relação ao real. Perde o argentino, mas ganha o turista brasileiro, que pode economizar na alimentação, na hospedagem e nos passeios turísticos.

No café da manhã, os preços variam entre R$ 7 e R$ 21 por pessoa. Para comer bem no almoço, tendo direito a uma entrada, ao prato principal e a uma sobremesa, reserve R$ 70 por pessoa. Preço parecido se aplica ao jantar. Logo, você precisará de R$ 140 por dia para almoçar e jantar fazendo duas belas refeições.

Os restaurantes argentinos são maravilhosos e oferecem ampla variedade de carnes, com destaque para o bife de chorizo. O restaurante La Cabaña é um dos mais tradicionais e está localizado em Puerto Madero. Esse bairro é novo em Buenos Aires, sendo considerado um dos mais modernos e nobres da cidade.

A passagem aérea entre Buenos Aires e São Paulo costuma estar nas listas de promoções das companhias aéreas. Nos programas de fidelidade, essas passagens saem ainda mais em conta, sendo uma das preferidas pelos turistas para gastar suas milhas. Argentina deve estar sem dúvida em qualquer lista dos destinos internacionais baratos.

2) Assunção (Paraguai)

Por que não Paraguai? Existe enorme preconceito em relação a esse país. Essa má fama perdura infelizmente entre os brasileiros. Assunção, a capital do Paraguai, que vem acompanhando o ritmo de crescimento do país, é uma das cidades que mais evoluem na América do Sul.

Assim como em Buenos Aires, o antigo convive com o moderno. Há muitas construções históricas que fazem referência aos tempos em que o Paraguai ocupava posição de potência regional – antes da Guerra da Tríplice Aliança. O Panteão Nacional dos Heróis foi erguido em homenagem aos combatentes. A noite intensa de Assunção mostra a face moderna da cidade. As discotecas recebem com frequência referências da música internacionais. Os cassinos também contribuem para que Assunção seja destino perfeito de quem curte agitação.

Para relaxar, vale a pena um passeio pela Costanera, uma avenida que oferece uma bela vista para o Rio Paraguai. Ela foi construída para integrar os habitantes da cidade, razão pela qual privilegia o espaço para caminhada em detrimento do espaço para carros.

E o melhor: todos esses passeios podem ser feitos sem gastar muito. A passagem de avião ida e volta saindo de São Paulo está entre as internacionais mais baratas. 

3) Machu Picchu (Peru)

A hospedagem e a comida saem muito em conta no Peru. Os deslocamentos entre as cidades são baratos. O transporte é acessível para qualquer viajante. O ônibus de Cusco a Arequipa, por exemplo, custa R$ 40 para um trajeto de 480 quilômetros.

As exceções são o ingresso para Machu Picchu e a comida nos restaurantes localizados em bairros nobres de Lima, a capital peruana. Para aproveitar essas atrações, você terá que gastar mais. A passagem aérea também não está entre as mais baratas. Aconselhamos comprá-la com no mínimo dois meses de antecedência para economizar um bom valor.

4) Bangcoc (Tailândia)

Essa é uma viagem completamente diferente das três anteriores. A primeira diferença está na duração da viagem de avião. Entre São Paulo e Bangcoc, você passará no avião praticamente 20 horas – muito mais, portanto, do que se o destino fosse qualquer país sul-americano. Outra diferença está no estilo da viagem. A Tailândia é ideal para quem está interessado em conhecer uma cultura milenar.

O Grand Palace foi construído em 1782 e, durante 150 anos, hospedou o rei e a sede administrativa do governo tailandês. Sua arquitetura deslumbrante é um colírio para os olhos dos turistas. Destaque também para o templo Wat Phra Kaew, uma construção que abriga Buda com olhos de esmeralda.

Os passeios, a comida e a hospedagem são baratos. É possível pagar o equivalente a US$ 7 na diária da hospedagem. Também dá para almoçar ou jantar com US$ 5. Em viagens de ônibus acima de dez horas, a passagem sai por apenas US$ 20.

5) Bali (Indonésia)

Você vive muito bem na capital da Indonésia com US$ 40 por dia. Esse país merece estar na lista dos destinos internacionais baratos.  

Como a Tailândia, a passagem de avião mais cara é compensada por todo o resto mais barato. Há atrações turísticas na Indonésia de diferentes tipos: desde praias deslumbrantes nas Gili Islands ou Ilhas Gili, passando pelo maior monumento do mundo em Borobudur e por Bali sempre repleta de gente e por uma infinidade de coisas para fazer, até trilhas para vulcões em Lombok.

Alugue uma mala para sua próxima viagem

A GetMalas oferece aluguel de mala de viagem a um preço que cabe no seu bolso. Acesse nosso site e faça seu pedido! Entregamos a mala de viagem aí no seu endereço em diversas cidades atendidas por nossos parceiros. 🙂

O que achou da nossa lista com destinos internacionais baratos? Quer adicionar um país a ela? Contamos com seus comentários!